DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS - UMA CELEBRAÇÃO DOS CRISTÃOS




Tem sido popularizido no Brasil, nos últimos anos, o Dia de Ação de Graças. Não sei se pelos motivos originais, mas a coisa está pegando. Os cristãos evangélicos geralmente têm muitas suspeitas com novidades, mas nesse caso, quero recomendá-lo.

O Dia de Ação de Graças tem seu contexto fora de nossa terra. E daí! O Natal também. No entanto, este dia possui uma ligação especial conosco, digo, cristãos - como o Natal tem. Esta ação de agradecimento é voltada para Deus. Assim fizeram os antigos. Não se trata de gratidão de pessoas agradecendo pessoas - embora isso não esteja completamente fora de questão. Todos os dias cristãos devem agradecer a Deus, mas este dia torna-se especial, pois esta gratidão ganha contorno festivo, familiar e comunitário.

Segundo consta, sua origem remete à história dos Peregrinos - protestantes calvinistas que saíram da Inglaterra para a Holanda em busca de liberdade religiosa, mas percebendo que sua identidade inglesa estava correndo risco, decidiram migrar para a América em busca de uma pátria livre para servir a Deus e manter suas tradições. A foto que você vê na postagem refere-se a partida dos primeiros Peregrinos para os Estados Unidos, em 1620.

Estes imigrantes colonizaram a terra de Plymouth, Massachusetts. Como comunidade agrária, a colheita era uma dádiva esperada com grande entusiasmo. Para isso, os colonos piedosamente buscavam a Deus em oração, suplicando chuva e boa sega. Para a alegria de todos, a primeira semeadura foi uma bênção e motivo de alegria e gratidão a Deus. Mas foi em 1623 que a Ação de Graça avançou em importância, pois foi requisitada pelo governador da província.

Nos anos seguintes, Abraham Lincoln (durante a Guerra Civil Americana), e posteriormente, vários presidentes americanos reiteraram a celebração que alcançou o status de feriado nacional. A data foi se ajustando até se estabelecer na quarta quinta-feira de novembro (em alguns lugares duram três dias).

Não há uniformidade no modo da celebração de Ação de Graças. Dependendo da região do país (e agora do mundo, inclusive o Brasil) a festa pode variar quanto as brincadeiras, roupas especiais, ornamentos, comidas e bebidas. Nos Estados Unidos, existe um grande engajamento nesta época do ano por parte das redes de rádio e tv, propagandas, entidades esportivas, e muitas outras organizações, pois esta data está entre as mais representativas para o comércio na terra de Tio Sam. Mas isso não elimina a beleza do dia.

Suspeito que no Brasil, entre os motivos para incorporar esta festa ao calendário, não ocupa lugar principal aquele motivo original de mostrar gratidão a Deus pelas dádivas recebidas. Apesar disso, nós, cristãos, temos muito em comum com os antigos Peregrinos, e, portanto, temos razões para mostrar nossa gratidão a Deus de maneira festiva.

A Escritura nos diz que "Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação" Tiago 1:17. Tudo vem de Deus, porque tudo é Dele (Salmo 24). Deus tem concedido dádivas para bons e maus (Mateus 5.45). Tudo o que tenho, minha família, a igreja que me recebeu e, principalmente, o meu Salvador são dádivas de Deus. Por que não agradeceria a Ele por essas dádivas? Por que tenho de fazer isso em particular e não em família ou com a igreja? Por que não fazer isso de maneira festiva?

Eu já coloquei a data na minha agenda a fim de celebrá-la com minha família. Se você se sentir estimulado a celebrar o Dia de Ação de Graças, faça isso pelo motivo correto. Dê graças a Deus.



Referência
Enciclopédia Britânica






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série: O que a Bíblia diz (VERSÍCULOS SOBRE A ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO)

SÉRIE: ELEMENTOS DO CULTO. A SAUDAÇÃO

OS DEVERES DOS PRESBÍTEROS, DIÁCONOS E DA CONGREGAÇÃO