Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

ARMINIANOS OU REMONSTRANTES? Uma breve avaliação - por Abram de Graaf

Imagem
SÍNODO INTERNACIONAL DE DORT
A variedade entre os Arminianos ou Remonstrantes por Abram de Graaf

Faz pouco tempo que alguém me pediu para escrever alguma coisa sobre "arminianos ou remonstrantes". Considero esse um bom pedido, pois não existe muito conhecimento no meio das igrejas reformadas sobre a variedade e as divergências entre os remonstrantes, assim como também não existe muito conhecimento sobre a variedade e as divergências a respeito da doutrina da graça e da predestinação.


​Pensando sobre o pedido acima, achei melhor usar o livro de Roger E. Olson, Teologia Arminiana: Mitos e Realidades. Ele oferece um panorama histórico dos remonstrantes e fala de modo bem resumido sobre as divergências entre eles. Usei o material de Olson porque ele mesmo é arminiano e conhece muito bem as diferenças entre os remonstrantes, como os pontos seguintes mostram.

1. Jacó Armínio (1560 – 1609) morreu como pastor e professor das igrejas reformadas na Holanda. Nos seus últimos anos, ele teve …

UMA ESPIADINHA NO LIVRO A SUBSCRIÇÃO CONFESSIONAL - DR. ULISSES HORTASIMÕES (parte 2)

Imagem
A Subscrição Confessional: necessidade, relevância, e extensão Ulisses Horta Simões  Belo Horizonte: Epafra, 2002.
A RELEVÂNCIA CONFESSIONAL E A SUBSCRIÇÃO  Lucio Mauro
Tendo apresentado a necessidade de documentos que resumam a fé bíblica, os credos, no passado, e as confissões, desde à Reforma, Dr. Ulisses introduz, nesta parte do livro, a análise da prática de submeter os candidatos a ofícios na igreja a algum tipo de subscrição confessional. 
Confissão e Identidade Confessional. O autor apresenta três categorias de documentos confessionais ao tratar deste assunto: Luteranos, Reformados e Evangélicos, este último constitui um grupo de documentos heterogêneos. Com a morte de Lutero, os luteranos enfrentaram longos conflitos internos tentando resolvê-los com a Fórmula de Concórdia. Ali ficou notório a divergência quanto à subscrição; o próprio Melanchton, um sucessor de Lutero, na sua busca por uma abertura que possibilitasse reavaliar a verdade, negou abertamente a subscrição. O compo…

UMA ESPIADINHA NO LIVRO A SUBSCRIÇÃO CONFESSIONAL - DR. ULISSES HORTA SIMÕES (parte 1)

Imagem
A Subscrição Confessional: necessidade, relevância, e extensão Ulisses Horta Simões  Belo Horizonte: Epafra, 2002.
IDENTIFICANDO PONTOS IMPORTANTES ABORDADOS NO LIVRO Por Lucio Mauro
Eu gostaria de me aproveitar do livro A Subscrição Confessional do Dr. Ulisses para destacar algumas valiosas informações sobre o processo de desenvolvimento dos documento confessionais no ceio do cristianismo. Tais documentos visavam entre outras coisas proteger a tradição apostólica, mantendo o verdadeiro conhecimento da vontade de Deus revelada nas Sagradas Escrituras. Neste livro você vai aprender também como as igrejas consideradas confessionais assumem o compromisso de subscrever algum tipo de documento que expresse o padrão de fé da comunidade. Apesar disso, por razões variadas, muitos ministros e outros oficiais tem subscrito tais documentos de maneira parcial e, às vezes, duvidosa.  
PARTE 1 
NECESSIDADE DAS FORMULAÇÕES PROTOCREDAIS Com a morte dos apóstolos, as controvérsias no ceio do cristianismo só a…

É CORRETO TER CREDOS E CONFISSÕES NA IGREJA?

Imagem
Quais os motivos para adotarmos credos e confissões?
Por Pr. Flávio Silva
Antes de qualquer coisa, há uma base bíblica para se ter confissões? Sim, há. Há confissões de fé encontradas na própria Bíblia. O grande exemplo do Antigo Testamento é Deuteronômio 6:4: "Ouve, ó Israel, o Senhor nosso Deus, é o único SENHOR." Esta tem sido uma confissão de fé e é, ainda hoje, tanto para judeus e cristãos.

Encontramos declarações confessionais no Novo Testamento também. Por exemplo, temos Efésios 4:4-6, "Há um só corpo, um só Espírito, uma só esperança, um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos...." Em Mateus 10, o Senhor Jesus nos encoraja a confessá-lo diante dos homens. Isso requer palavras e a igreja tomou as palavras da Escritura e as resumiu com suas próprias palavras.

Em nossos dias, vemos aqueles que dizem que “não devemos ter nenhum credo e confissão, mas Cristo". Essas palavras soam bastante piedosas. Mas a realidade é que todo mundo tem…