O CÂNTICO NO CULTO CRISTÃO



O cântico é parte integrante da liturgia do culto cristão, podendo ser atestada nos escritos dos pais da igreja, bem cedo. O louvor a Deus cantado pela boca da igreja é elemento de culto, presente em todas as igrejas. 

Nossa intensão não é discutir o assunto, mas apenas direcionar você a alguns artigos que consideramos importantes e que tratam de aspectos relevantes do culto cristão. Propositadamente, deixamos de lado alguns aspectos secundários como exclusividade ou não do cântico dos Salmos. 

Esperamos que essa postagem seja uma singela contribuição para aqueles que estão buscando mais esclarecimento sobre o assunto da música na igreja.

A música na liturgia de Calvino em Genebra
Por Jouberto Heringer da Silva

Findes Reformata 7/2/2002
http://www.mackenzie.br/fileadmin/Mantenedora/CPAJ/revista/VOLUME_VII__2002__2/Jouberto.pdf


Os benefícios do cântico dos Salmos
Rev. Jason Kortering

Vamos refletir em gratidão por Deus ter concedido à igreja a dádiva dos Salmos. Vamos também refletir por Deus ter usado os reformadores para trazer de voltar o cântico dos Salmos às igrejas. Que bom é cantá-lo! Clame através do Saltério e reflita sobre as profundezas espirituais destes Cânticos. 
Artigo completo em: http://www.monergismo.com/textos/liturgia/beneficios_cantico_salmos_Kortering.pdf


HISTÓRIA DO HINO CASTELO FORTE (Salmo 46)
Martinho Lutero

É considerado o Hino de Batalha da Reforma Protestante, devido ao efeito produzido no apoio à causa dos Reformistas. John Julian declina quatro teorias sobre sua origem:
Heinrich Heine: foi cantado por Martinho Lutero e seus companheiros, quando entraram em Worms em 16 de abril de 1521, para a Dieta...
http://reforma21.org/blog/castelo-forte-e-nosso-deus.html



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série: O que a Bíblia diz (VERSÍCULOS SOBRE A ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO)

SÉRIE: ELEMENTOS DO CULTO. A SAUDAÇÃO

OS DEVERES DOS PRESBÍTEROS, DIÁCONOS E DA CONGREGAÇÃO