sexta-feira, 31 de julho de 2015

RESPONSABILIDADE DOS PAIS CRISTÃOS PARA COM OS SEUS FILHOS


EDUCAÇÃO CRISTà

No final de junho/2015, o professor Gerson esteve palestrando sobre a Cosmovisão Cristã e Vida Acadêmica, na Igreja Reformada de Maceió.

A Palestra terminou, mas ficou o aprendizado de que os pais tementes a Deus devem instruir os filhos, preparando-os para o ingresso na universidade. Quanto aos filhos, cada um deles deve investir tempo para o estudo da Bíblia e dedicação no preparo espiritual, com muita oração, a fim de enfrentar os muitos e cruéis inimigos de Cristo e da Sua Igreja, que os esperaram nas universidades de todo país.

Um alerta 
Muitos pais cristãos, para não dizer a maioria, perderam o bom costume de dedicar tem para a instrução dos filhos. A vida corrida, mas também a negligência, tem levado muitas famílias a abandonarem, total ou parcialmente, as reuniões domésticas para estudo da Bíblia e orações; tem esquecido de separar tempo para os devocionais particulares; tem mesmo negligenciado o chamado de Deus para o culto, ausentando-se da santa convocação por razões de pouca ou nenhuma piedade.

Não muito tempo atrás, os pais cristãos serviam de modelo de piedade para os filhos. As crianças aprendiam com os pais a temer a Deus e a dedicar sua vida a Ele. Desde criança, os filhos amavam ir à igreja e quando jovens sua alegria era reunir-se com os demais irmãos da mocidade da igreja. Hoje, porém, os filhos imitam os pais em todas as suas negligências cristãs e quando não deixam a igreja de vez, tornam-se jovens apáticos a tudo que está acontecendo na congregação, espiritualmente fracos, vítimas de qualquer enganador nas ruas, nas escolas, nas universidades.

Pais, é urgente o chamado de volta à piedade doméstica. Vocês receberam de Deus a responsabilidade de instruir os seus filhos de manha, de tarde e de noite. Se vocês não fizerem isso, o Senhor vai cobrar de vocês por contribuir para a morte dos filhinhos a quem Deus criou. Diminuam seu tempo na internet e passe mais tempo na mesa da refeição, lendo a Bíblia, cantando, orando com seus filhos. Quando sentar para assistir a TV, faça isso com seus filhos e aproveite para mostrar qualquer coisa que esteja sendo veiculada de maneira ofensiva aos padrões cristãos. Ainda há tempo para achar a misericórdia de Deus.

Por Lucio Mauro


quarta-feira, 29 de julho de 2015

CÂNONES DE DORT pré-história, contexto e conteúdo


Conheça a história do Grande Sínodo Internacional de Dort que aconteceu entre os anos de 1618 a 1619. O que levou à convocação deste Sínodo? Histórias dos bastidores do Sínodo e de suas sessões; a resposta do Sínodo contra os arminianos que resultou nos "cinco artigos contra os remonstrantes" ou simplesmente "Os Cânones de Dort".

A página Cânones de Dort, no Facebook, é o começo de um trabalho maior que se propõe a contar a história do Sínodo de Dort. A página no facebook funcionará como um meio de informar sobre o que está acontecendo na homepage Cânones de Dort, por meio de notícias breves. Na homepage, os leitores encontrarão textos na íntegra, além de downloads de documentos, fotos de personagens e cenas ligadas com o Sínodo, entre outros recursos.

A homepage ainda está em construção, mas em breve estará acessível ao público. Por enquanto, fará bem a você pastor, estudante de teologia e demais interessados pelo assunto curtir a página do Facebook e acompanhar as postagens. 

Acesse a página Cânones de Dort no Facebook: https://www.facebook.com/livrosreformados

Por Lucio Mauro

CONFISSÃO DE FÉ CONGREGACIONAL

Declaração de Fé da Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil AIECB

Confissão de Fé Congregacional

A AIECB, nos últimos anos, não tem medido esforços para adotar um documento que apresente a fé comum das igrejas da denominação, em sintonia com a prática histórica da confessionalidade. De fato, em 2006, chegou a ser publicada a Confissão de Savoy, documento que remonta aos primórdios dos Congregacionalismo, mas que, pela forte oposição, não foi adotada, oficialmente. Os esforços não pararam e em 2012 o seu concílio nacional aprovou a criação de uma comissão que devia apresentar um documento final, que, tomando por base a Confissão de Savoy, fizesse as mudanças necessárias a fim de refletir o atual contexto da Igreja, no Grande Concílio de 2014 (22-28 de março), o que foi feito e o documento aprovado e subscrevido pela maioria dos oficias presente.



Sob o título "A Igreja Cristã, os Congregacionais e as Confissões de Fé", a primeira parte deste livro apresenta e defende a prática de se adotar algum tipo de documento confessional que expresse a crença da igreja. São citados 20 documentos, desde os credos da igreja cristã dos primeiros séculos, passando pelos documentos da Grande Reforma Protestante, até os 28 Artigos de 1876, adotado pela primeira igreja congregacional no Brasil/Fluminense (28 artigos da Breve Exposição das Doutrinas Fundamentais do Cristianismo). 

As doutrinas da fé cristã são apresentadas em 34 artigos que confessam a pessoa e obra do Pai, do Filho e do Espírito Santo. No final, um breve regimento entitulado "Da Instituição das Igrejas e a Ordem Apontada nelas por Jesus Cristo" é oferecido, no qual as igrejas confederadas podem manter sua unidade em fé e prática.

Por Lucio Mauro

Onde comprar
Cinco Pontos - Livros bíblicos reformados 
Acesse: https://www.facebook.com/livrosreformados