sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Educação Cristã - Entendendo nossa responsabilidade

Educação Cristã - Entendendo nossa responsabilidade
Marcel M. Tavares
- Rio de Janeiro
Igreja Bíblica Reformada em Cabo Frio

Introdução

É notório como a educação é vista como tema central em qualquer governo ou por qualquer pessoa de diferente classe social. Tamanha é a importância do tema que não pode ser desconsiderada, seja por pessoa, religião, raça ou condição financeira. A educação foi dada por Deus para um fim específico; A saber, para que o homem com sabedoria sujeitasse todas as coisas ao seu controle (Gn 1.28) e reconhecesse o seu criador como Senhor absoluto de tudo que existe.
A responsabilidade primária de educar os filhos foi dada aos pais. Porém, é uma pena ver hoje que muitos pais cristãos abandonaram completamente esta responsabilidade e a puseram nas mãos de pessoas ideologicamente orientadas que desprezam absolutamente a Deus e a sua palavra. Com isto em mente estarei desenvolvendo uma série de artigos no intuito de provocar o “gostinho” inicial ajudando, mesmo que de maneira um pouco superficial, àqueles que desejam entender melhor este tema. O objetivo é criar o interesse para que você mesmo possa buscar as informações. Deixarei no fim de cada exposição alguns links e bibliografias para sua pesquisa.

1. Entendendo o Conceito de Cosmovisão
Cosmovisão é um termo filosófico difícil de ser expresso com palavras. Porém, podemos exemplificar: Imagine que você tenha nascido em uma ilha, lá existem pessoas que não guardam nenhuma relação com pessoas de outros lugares.

Elas nem mesmo sabem que existem pessoas fora da ilha. Nesta ilha os bons costumes são regulados por leis, os cidadãos possuem tratamentos peculiares, festas diferentes, os relacionamentos são diferentes, o conceito de família e educação também são bem particulares desta localidade e tudo isto é determinado sob a orientação de um ser soberano, não propriamente um deus, mas alguém que é a causa deste efeito.

Então, você cresce nesta ilha e participa de todos estes aspectos peculiares que os julga verdadeiros. Não há conflito na sua mente em relação a veracidade destes aspectos. Você apenas continua crescendo e inconscientemente obedece todas as normas e tem seus gostos moldados dentro deste “esquema” de vida. Pois bem, podemos dizer que esta pessoa vive dentro de uma cosmovisão.

A cosmovisão não precisa ter pressupostos verdadeiros. Ou seja, muitas pessoas podem estar vivendo dentro de uma cosmovisão errada..

2. Cosmovisão Cristã
A cosmovisão cristã é a maneira de ver e entender o mundo sob orientação de princípios Bíblicos bem fundamentados. Estes princípios mudam toda nossa maneira de pensar e agir dentro da realidade que vivemos (o cosmos). Vivemos numa realidade onde Deus está no centro. Ele é o criador e mantenedor de todas as coisas (Sl 147) . Por isso, tudo que nós fazemos deve ser para a glória dEle. Toda nossa existência deve ser dedicada a Ele.

3. Como o cristão deve viver
Muitos cristãos vivem como se estivessem dentro dos dois tipos de cosmovisão. Eles separam a vida em duas secções: A igreja e o mundo. Estas pessoas agem na igreja de uma maneira diferente como agem no mundo. Elas vivem ao mesmo tempo o “sagrado” e o profano.

Na Bíblia não vemos esta divisão. As Sagradas Escrituras nos ensina em 1 Co 10.31 “Portanto, quer comais quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” Devemos examinar este versículo a luz da cosmovisão cristã, verificando que nas coisas mais simples e básicas da vida como comer e beber temos que fazer para a glória de Deus. E o que diremos daquelas que consideramos não triviais e damos maior valor como educação, relacionamentos, negócios e trabalho? Também nestas coisas devemos fazer pensando na glória de Deus.

Links
O Que Estão Ensinado aos Nossos Filhos
http://monergismo.com/?p=2342

Revolução Sexual e Marxismo
http://padrepauloricardo.org/cnp/audio/revolucao-sexual-e-marxismo/

Nenhum comentário: