O QUE DEVEMOS SABER SOBRE A ONISCIENCIA DE DEUS

A Onisciência de Deus
Leitura Bíblica: Salmo 139
1.
Pr. Elissandro Rabelo
Igreja Reformada em Maragogi
Autorizado

Deus é Onisciente, isto é, ele conhece tudo. Ele conhece todas as coisas possíveis e reais de acontecer; todos os acontecimentos e todas as criaturas do passado, presente e futuro. Ele conhece perfeitamente todo detalhe na vida de todos os seres no céu, na terra e no inferno (Dn. 2.22). Quão Maravilhoso é o Deus da Escritura! Porém, poucos meditam na sua perfeição divina e dão a Ele a glória que lhe é devida.
2. Por ser onisciente, nada está oculto aos olhos de Deus (Hb. 4.13; Sl. 139.1-4). Nem a escuridão da noite nem o mais profundo abismo podem esconder o pecador dos olhos da onisciência divina (Pv. 15.3). Exemplos bíblicos: as árvores do jardim foram incapazes de esconder o pecado e a vergonha de nossos primeiros pais (Gn. 3.8-10); o Criador testemunhou o crime de Caim (Gn. 4.8-10); o riso de Sara (Gn. 18.12-15); o pecado oculto de Acã (Js. 7.11,19 20); a transgressão que Davi tentou esconder (II Sm. 12.7). 3. Se pudessem, os homens ímpios despojariam Deus de sua onisciência. Eles odeiam esta perfeição divina (Rm. 8.7). Desejariam que não existisse Aquele que conhece seus pecados, sonda seus corações e julga suas ações (Sl. 90.8). Por outro lado, a onisciência divina é uma verdade cheia de consolo para todo crente (Jó. 23.10). O Senhor conhece nossas fraquezas, necessidades e está perto de nós para nos salvar (Sl. 103.14; 139.23,24). Além disso, a onisciência divina é um estímulo para a oração do crente, pois o SENHOR conhece e atende a oração de cada um dos seus filhos (Is. 65.24). 4. Deus não só conhece tudo o que aconteceu no passado e acontece agora no presente, mas também ele conhece todos os acontecimentos, do menor ao maior, que se darão no futuro. Ele conhece completamente o futuro e este depende inteiramente dele. Seu conhecimento do futuro está relacionado com o seu propósito eterno. Ele já determinou na eternidade tudo o que há de acontecer e age para que tudo aconteça segundo sua vontade soberana (At.15.18; Dn. 4.35; Pv. 19.21). 5. O perfeito conhecimento de Deus de todas as coisas é exemplificado e ilustrado em todas as profecias registradas em sua Palavra (história de Israel; Messias). Todas as profecias foram cumpridas por aquele que as decretou assim como a promessa de sua volta será cumprida um dia, pois Deus é fiel e nele não há mudança (Tg. 1.17). A onisciência divina e seu conhecimento das coisas futuras não são a causa de todas as coisas e sim a vontade soberana de Deus. Deus conhecia a morte do seu Filho na eternidade e a executou no tempo por causa do seu propósito divino de salvar o seu povo (At.2.23). 6. O conhecimento infinito de Deus deveria nos encher de admiração (estupor). O SENHOR é infinitamente superior ao mais sábio dos homens. Nenhum de nós conhece o que o dia de amanhã trará; porém, o futuro inteiro está aberto aos olhos de Deus. O conhecimento infinito de Deus deveria nos encher de santo temor. Nada do que fazemos, dizemos ou pensamos, escapa da percepção Daquele a quem temos de prestar contas (Pv. 15.3). A meditação constante na onisciência divina significaria um refreamento em nossos pecados. A compreensão do conhecimento infinito de Deus deve encher o crente de adoração. Ele previu todas as minhas quedas e pecados; contudo, ele me concedeu misericórdia e salvação em Cristo. Isso deve me motivar a adorar e engrandecer o Deus Onisciente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série: O que a Bíblia diz (VERSÍCULOS SOBRE A ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO)

SÉRIE: ELEMENTOS DO CULTO. A SAUDAÇÃO

OS DEVERES DOS PRESBÍTEROS, DIÁCONOS E DA CONGREGAÇÃO