OS DEVERES DOS PRESBÍTEROS, DIÁCONOS E DA CONGREGAÇÃO

ORDENAÇÃO DE NOVOS OFICIAIS
Forma de Ordenação adotada pelas Igrejas Reformadas do Brasil
por Rev. Adriano Gama

Há muito tempo a forma para a ordenação é usado pelas igrejas reformadas a fim de instruir a Igreja sobre os ofícios, os deveres dos oficiais para com as ovelhas de Cristo e os deveres das ovelhas de Cristo para com os oficiais de Cristo.

A boa instrução que encontramos na Forma se baseia na Escritura e tem como alvo a glória de Deus e a edificação do Corpo de Cristo.

Esse é o alvo que oficiais e membros são chamados a atingir. Mas, para o alvo ser atingido é essencial mantermos vivos em nossos corações os nossos deveres (como oficiais e membros) e buscarmos a graça de Deus para cumpri-los.

Por isso, vamos avivar na nossa mente os nossos deveres a fim de cumprirmos nosso chamado de glorificarmos a Deus e edificarmos a Igreja de Jesus Cristo.

Portanto, segue uma parte de nossa Forma de Ordenação de Presbíteros e Diáconos.
Rogo ao SENHOR Deus que cada membro da Igreja possa se aplicar a estudar o ensino da Palavra que se segue.

Que o SENHOR Deus, pelo poder do Espírito e Palavra, use esse ensino para nos instruir e assim nos abençoar mais e mais com a alegria em Cristo Jesus, Aquele que é o Supremo Bispo e Diácono da Igreja.

No amor dEle,

Pr. Adriano Gama

OS DEVERES DOS PRESBÍTEROS

Em primeiro lugar, o dever dos presbíteros é exercer supervisão sobre a Igreja de Cristo, juntamente com o ministro da Palavra, para que cada membro e congregado se comporte em sua doutrina e conduta de acordo com o Evangelho.

É para este fim que devem fielmente visitar os membros e congregados da Igreja, para confortá-los, instruí-los e admoestá-los com a Palavra de Deus, repreendendo aqueles que não se comportam conforme o Evangelho. Devem exercer a disciplina cristã de acordo com a ordem de Cristo, contra aqueles que se mostram incrédulos e impíos, recusando-se a arrepender-se. Devem zelar para que os sacramentos não sejam profanados por ninguém (Referências: Mateus 18:17, 18; 1 Tessalonicenses 2:11, 12; 5:14 e Tito 1:9).

Em segundo lugar, os presbíteros devem, como encarregados da casa de Deus, cuidar de que tudo seja feito na congregação com decência e boa ordem. É para este fim que eles formam o Conselho da Igreja junto com o ministro da Palavra. Juntos, eles cuidam do rebanho de Deus do qual estão encarregados. Têm que prevenir que alguém sirva na Igreja sem que fosse chamado legitimamente (Referências: 1 Coríntios 4:1, 2; 14:40; 1 Timóteo 4:14; Hebreus 5:4 e 1 Pedro 5:1-4).

Em terceiro lugar, é o dever dos presbíteros darem assistência aos ministros da Palavra com bons conselhos e recomendações. Estão também encarregados da supervisão sobre a doutrina e a conduta destes companheiros no serviço de Deus. Não devem permitir ou tolerar ensino estranho ao Evangelho para que a congregação seja edificada pela sã doutrina do Evangelho, em todos os sentidos. Por isso, devem vigiar para que lobos não entrem no aprisco do Bom Pastor (Referências: João 10:7-13; Atos 20:29-31 e Gálatas 1:6-12).

A fim de cumprirem bem seu trabalho como pastores do rebanho de Deus, os presbíteros ou supervisores devem treinar-se em piedade pessoal e estudar diligentemente as Escrituras, as quais são úteis em todo e qualquer respeito, a fim de que o homem de Deus seja habilitado para toda boa obra (Referência: 2 Timóteo 3:14-17).

OS DEVERES DOS DIÁCONOS

Em primeiro lugar, zelar pelo bom progresso do serviço de caridade na Igreja. Eles devem conhecer pessoalmente as necessidades e dificuldades que existem, exortar os membros do corpo de Cristo a mostrarem caridade aos irmãos.

Em segundo lugar, devem ajuntar e administrar as ofertas e distribuí-las em nome de Cristo, conforme as necessidades.

Em terceiro lugar, os diáconos são chamados a encorajar e confortar, com a Palavra de Deus, aqueles que recebem as dádivas do amor de Cristo e devem promover, por palavras e atos, a união e comunhão no Espírito Santo, que a congregação desfruta na Mesa do SENHOR.
Assim, pelo trabalho dos diáconos, os filhos de Deus crescerão em amor um para com o outro e para com o mundo (Referências: Atos: 6:1-7; Gálatas 6:10; Filipenses 1:1; 1 Tessalonicenses 3:12; 2 Pedro 1:7).

OS DEVERES DA CONGREGAÇÃO

Em primeiro lugar, receber os presbíteros e diáconos como servos de Deus. Respeitem os supervisores “que esforçam-se no trabalho entre vocês, que os lideram no SENHOR e os aconselham. Tenham-nos na mais alta estima em amor, por causa do trabalho deles” (1 Tessalonicenses 5:12, 13). “Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas” (Hebreus 13:17).

Em segundo lugar, cuidar para que os diáconos tenham recursos suficientes para cumprirem seu ministério. Sejam bons mordomos sobre tudo o que o SENHOR confiou-lhes. Lembrem-se de Cristo, seu exemplo em servir a Igreja de Deus.

Em terceiro lugar, reconhecer a sua incapacidade de cumprir perfeitamente seus deveres e invocarem, então, o santo Nome de nosso SENHOR Deus.

Partes da Confissão e do Regimento referentes a governo da Igreja, aos deveres dos oficiais e membros uns para com os outros.

Confissão de Fé Belga:

Artigo 30:

“O Governo da Igreja

Cremos que a verdadeira igreja deve ser governada conforme a ordem espiritual que o nosso Senhor nos ensinou em Sua Palavra. Deve haver ministros ou pastores para pregarem a Palavra de Deus e para administrarem os sacramentos; deve haver também presbíteros e diáconos para formarem com os pastores o conselho da igreja.

Assim preservam eles a verdade religião e zelam para que a sã doutrina siga o curso, para que os maus sejam disciplinados de forma espíritual e sejam contidos e também para que os pobres e todos os aflitos sejam socorridos e consolados segundo as suas necessidades. Assim tudo será bem feito e com boa ordem quando tais homens fiéis são escolhidos segundo a regra que o apóstolo Paulo deu a Timóteo.”

Artigo 31:

“Os oficiais da igreja

Cremos que os ministros da Palavra de Deus, os presbíteros e os diáconos devem ser escolhidos para os seus ofícios mediante eleição legítima pela iggreja, com oração e em boa ordem, como estipula a Palavra de Deus. Por isso, cada um deve cuidar para não se intrometer
no ofício de modo impróprio; pois deve esperar pelo momento quando ele seja chamado por Deus, para obter o testemunho da sua vocação, por ser certo e seguro que esta é do Senhor.

Os ministros da Palavra tem igual poder e autoridade onde quer que estejam, pois todos eles são servos de Jesus Cristo, o único Bispo universal e o único Cabeça da igreja. E para que essa sagrada ordenança de Deus não seja violada nem desprezada, instamos a todos para que nutram especial estima pelos ministros da Palavra e presbíteros da igreja em razão da obra que realizam, e que estejam em paz com eles, o tanto quanto possível, sem murmurações ou contendas.”


Regimento das Igrejas Reformadas do Brasil:

ARTIGO 16. Os Deveres dos Presbíteros
Os deveres dos presbíteros são: supervisionar a igreja de Cristo, junto com os ministros da palavra, para que cada membro se comporte em doutrina e vida conforme o evangelho; cuidar da pregação da Palavra, dos cultos, da administração dos sacramentos, do ensino e do evangelismo, fazer fielmente visitas na congregação; exercer a disciplina cristã para que os sacramentos não sejam profanados; zelar, como mordomos da casa de Deus, para que tudo seja feito com decência e boa ordem; auxiliar os ministros da palavra com bons conselhos e supervisioná-los em doutrina e vida.

ARTIGO 17. Os Deveres dos Diáconos
Os deveres dos diáconos são: cuidar para que haja bom progresso no serviço de caridade na congregação; conhecer pessoalmente, através de visitas, as necessidades e dificuldades que existem na congregação e exortar os membros do corpo de Cristo a demonstrarem misericórdia; ajuntar e administrar ofertas e distribuí-las em nome de Cristo, em consulta com outro oficial, avaliando as necessidades; encorajar e consolar com a palavra de Deus aqueles que receberam as doações do amor de Cristo; e, promover por palavras e atos a união no Espírito Santo que a congregação goza na mesa d
o Senhor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série: O que a Bíblia diz (VERSÍCULOS SOBRE A ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO)

SÉRIE: ELEMENTOS DO CULTO. A SAUDAÇÃO