terça-feira, 23 de março de 2010

SÉRIE: SERMÃO. Ageu 1. 1-9

Sermão preparado pelo Rev. Adriano Gama sobre Ageu 2.1-9

Leitura: Esdras 5.1-5; 6.1-12
Texto: Ageu 2.1-9

Amada Congregação do Senhor e demais ouvintes,

Meus irmãos, O SENHOR Deus encaminha Seu mensageiro, o profeta Ageu, à Igreja.
O SENHOR Deus acompanhava de perto o trabalho na Sua casa.
E como o dono da obra o SENHOR ouvia e via o que se passava.
Pelas palavras dos v. 3 entendemos que dentro da Igreja
havia membros frustrados com a restauração da Casa do SENHOR.
Estes membros eram aqueles que haviam visto o primeiro templo dos tempos de Salomão.
No livro de Esdras aprendemos que “muitos dos sacerdotes, e levitas, e cabeças das famílias,
já idosos, que viram a primeira casa, choraram em alta voz quando à sua vista
foram lançados os alicerces desta casa; muitos, no entanto, levantaram as vozes com gritos de alegria” (Ed 3.12).

Esse choro em alta voz registrado em Esdras era de tristeza, de frustração.
O povo esperava um reinício glorioso,
com um templo mais glorioso que o templo dos dias de Salomão.
Mas, o que eles viram foi um reinício humilde.
O Segundo Templo não tinha a Glória esperada aos olhos dos homens.
Então, veja no v. 3 que no meio do povo
persistia um sentimento de frustração com o segundo templo.
Havia pessoas que desprezavam o trabalho reiniciado.
Olhavam para a reconstrução e faziam comparação com a primeira Casa de Deus.
E estes membros concluiram: “Essa segunda casa é nada! Não tem glória!
Para os frustrados murmurados não era nada, por que faltava ouro, prata e pedras preciosas, madeira, coisas para tornar o Segundo Templo impressionante aos olhos dos homens!
Estes frustrados murmuradores estavam baseados
na aparência daquilo que os seus olhos viam naquele momento.

E, meu irmão em Cristo, saiba que crentes frustrados são perigosos para a obra de Deus.
Crentes frustrados podem desestimular outros no trabalho de edificação do Reino.
O SENHOR Deus ouviu e viu as palavras dos frustrados e o murmúrio deles.
E o SENHOR Deus quis proteger a igreja de qualquer desestimulo.
Ainda faltavam 4 anos para o Templo ser terminado.
A igreja tinha pela frente quatro anos de muitos desafios
e não podia ficar desestimulada no primeiro mês de trabalho.
E, por isso, o SENHOR Deus mais uma vez manda Seu enviado, o profeta Ageu,
“no segundo ano do rei Dario, no sétimo mês, ao vigéssimo primeiro do mês”,
para pregar uma segunda mensagem para a Igreja (v.1).
E essa mensagem é a base do tema dessa pregação. Ouça a Palavra de Deus no seguinte tema:

Sejam fortes, trabalhem e não temam, pois revelarei a Minha Grande Glória

1. Revelarei minha Glória não na aparência daquilo que os seus olhos vem agora
2. Mas na realidade da Glória que vem

Para obter o sermão completo acesse: http://www.bandeiradagraca.org/

Nenhum comentário: