SITUAÇÃO DOS CRISTÃOS EM HAITI DESDE 2004


Cristãos enfrentam riscos crescentes



HAITI (*) - Enquanto o Haiti sofre uma série de desastres nacionais, um porta-voz da comunidade cristã da nação da ilha disse que os cristãos estão enfrentando riscos ainda maiores.

Mais de 1.500 pessoas morreram nas enchentes causadas pela tempestade tropical Jeanne. Isso aconteceu depois que os Estados Unidos foram obrigados a situar uma Força de Paz na ilha a fim de apagar a violência política que sucedeu a expulsão do presidente Jean-Bertrand Aristid, em fevereiro.

Haitianos, entretanto, encontraram pouca paz no Haiti. A delinqüência excessiva transformou a ilha em uma nação sob o comando de gangues criminosas. A onda crescente de crimes, desde a saída de Jean-Bertrand Aristide, custou a vida de um dos mais proeminentes cristãos da ilha, no começo desse mês.

Assalto foi o aparente motivo da morte de Jean-Moles Lovinksky Bertomieux, de 43 anos, no dia 13 de setembro, um ministro batista haitiano que mantinha um programa de rádio cristão. Jean estava a caminho de seu trabalho na Port-au-Radio Caraibes Prince para transmitir seu popular programa "Morning Manna". A polícia prendeu três homens envolvidos com o assassinato.

Para ler a matéria completa acesse:

http://www.portasabertas.org.br/noticias/noticia.asp?ID=1409





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série: O que a Bíblia diz (VERSÍCULOS SOBRE A ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO)

SÉRIE: ELEMENTOS DO CULTO. A SAUDAÇÃO

OS DEVERES DOS PRESBÍTEROS, DIÁCONOS E DA CONGREGAÇÃO