quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O QUE QUEREMOS DIZER COM COMUNHÃO DA MESA

O QUE SIGNIFICA COMUNHÃO DA MESA

Essa é uma prática histórica muito antiga. Remonta ao período da Igreja do Antigo Testamento, passando pela Igreja dos tempos apostólicos e ganhou novo folego na Reforma Protestante.

Os grandes reformadores, os gigantes puritanos, ficaram conhecidos não apenas por suas habilidades com as Escrituras, mas também por suas práticas diárias onde aplicavam em suas vidas e nas de suas famílias tudo o que aprendiam na Bíblia.

Essa preocupação de colocar em suas vidas os ensinos de Jesus, os levou à prática de tratar a refeição como um momento sagrado. Reconheceram que o alimento era uma dádiva de Deus e por isso rendiam graças a Ele com leitura da Bíblia, oração e louvores. O momento antes das refeições passou a ser um pequeno culto doméstico.

Nas famílias de tradição reformada pratica-se a comunhão da mesa três vezes ao dia, no desjejum, no almoço e no jantar - em alguns casos acrescenta-se os horários de lanches, mas isso é dificio no Brasil.

Deve-se ter o cuidado para que todos os membros da família estejam presentes, exceto por ausência justificada. Mas, pelo menos no domingo, recomenda-se que todos estejam juntos.

Esperamos que essa prática traga muitas bênçãos para as vidas de muitas famílias como tem acontecido com a nossa. A comunhão da mesa ajuda a incultir nas mentes dos nossos filhos pequenos o que apenas os ensinos e recomendações as vezes demora muito pra fazer; também promove a comunhão e aproxima os membros da família.

Pense nisso e pratique.

Lucio Mauro

Nenhum comentário: